Domingo, 22 de Abril de 2007

Espaço de poesia ... dedicado à Terra

Sou pequena e frágil
 
Aparento ser forte
E ágil,
Mas na verdade sou pequena
E frágil.
 
Pareço ser insensível,
Mas a minha dor
É cada vez mais visível,
Ou ainda não sentiram o calor
Provocado pelo buraco
Na camada invisível?
 
Poluem sem cessar,
Aleijam-se sem pensar,
Por que a minha ferida
É a vocês que vai magoar.
 
No início,
Quando jovem e harmoniosa,
À sombra de uma floresta
Estrondosa,
Todos me achavam segura e
Formosa.
Mas os anos passaram,
Os cuidados comigo acabaram,
Os humanos,
As florestas cortaram.
E a mim me culparam
De não os proteger,
De o tempo estar a mudar
E das colheitas estar a estragar.
 
Mas continuam a poluir,
A camada do ozono estão a
Destruir, e mesmo os seres
Que em mim habitam
Não vão resistir
À destruição
Dos sítios onde estão a residir.
 
A água
Antes límpida,
Foi poluída.
Agora sou percorrida
Por água degradada
Que me estraga,
Me põe doente.
Estou cada Vaz mais frágil,
Mais impotente,
E nem o meu chapéu gigante me
Salva,
Deste tempo quente.
 
Passam os raios de Sol,
Em excesso me destroem,
E ajudando o Astro-Rei,
Todos os que em mim
Constroem.
 
A desflorestação,
Para a construção,
Leva-me à exaustão
Matam os que em mim habitam
E conduzem por fim,
À minha total destruição.
 
Saberão então,
Quem sou,
A Terra, a quem mãe muitos me chamaram,
Quem perfeita acharam.
Então se sou assim tão bela,
Tão importante,
Não vale a pena pensar um
Instante
Antes de me poluírem
De forma constante?
 
   Catarina Rodrigues             nº 5   9º C
 
 
Tags:
publicado por energiaebjosesaraiva às 23:21
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Albertina a 22 de Abril de 2007 às 23:36
Concordo contigo Catarina, a Terra realmente é muito frágil e nós estamos a ter muito pouco cuidado com ela.
Obrigada pelo Alerta e pela participação no concurso "Um poema para a Terra"


De Mª das Dores a 23 de Abril de 2007 às 00:41
Gosto do teu poema. Revela sensibilidade ambiental e sensibilidade no uso das palavras.
Parabéns Catarina!
Aparece com mais trabalhos.


De Ana Mar a 23 de Abril de 2007 às 01:09
Poema giro, o teu.
Gostei muito.
Parabéns.


De Maria Goreti a 23 de Abril de 2007 às 13:29
É sempre agradavel e estimulante ver trabalhos dos nossos alunos publicados no blog da Escola.
E tanta poesia... Revela sensibilidade, interesse e preocupação pelos temas que aqui se têm abordado.
Gostei muito do teu poema, Catarina. Continua a escrever!


De Afonso a 23 de Abril de 2007 às 18:06
Muito giro!


Comentar post

.Contactos:

.pesquisar

 

.Junho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

13

17
18
21
22
23

24
25
26
27
29
30


.posts recentes

. Mudança de ambientes

. Energia ... sempre

. Concurso de Desenho

. É URGENTE!

. Ande mais a pé, de bicicl...

. O PROJECTO É PARA TODOS.....

. VISITA DE ESTUDO À VALORL...

. Defenda as florestas e os...

. AQUECIMENTO GLOBAL_NOTÍCI...

. REFLEXÃO... de uma profes...

. DIA ABERTO NA EB JOSE SAR...

. Coloque as embalagens no ...

. O PROJECTO NA FEIRA DA B...

. PALESTRA SOBRE ENERGIAS R...

. Dia Mundial do Ambiente

.Arquivos

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

.Tags

. alterações climáticas(4)

. aquecimento global(2)

. biodiversidade(1)

. compostagem(3)

. comunicação social(3)

. concurso(1)

. concurso de fotografia(1)

. desenvolvimento sustentavel(3)

. dia comemorativo(7)

. divulgação(17)

. eficiência energética(10)

. energias renovaveis(13)

. evolução(1)

. poema(11)

. protecção do ambiente(6)

. reciclagem(11)

. sabia que...(15)

. sensibilização(24)

. tília(1)

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds